top of page
  • Ibraflor

Carta Informativa

Análise de Mercado

O primeiro semestre para o nosso setor caminhou dentro das expectativas que havíamos planejado. Não foi igual ao primeiro semestre de 2021, mas houve crescimento. Dia dos Namorados, data importante para nosso setor, não obteve o índice esperado nas vendas e isso já nos deixou em alerta. Nosso mercado começou a “esfriar” em agosto/ 2022. No “Dia de Finados” tivemos um índice abaixo do esperado. Trata-se de uma data que vem perdendo a importância ano a ano, já que as novas gerações não herdaram a cultura de homenagear os seus mortos - este foi o pior mês de novembro dos últimos tempos para o nosso setor. Os motivos foram a falta de definições com relação ao cenário econômico do país, a paralisação dos caminhoneiros e bloqueios pós eleições, que afetou bastante o fluxo de vendas causando grande insegurança, e a realização da Copa do Mundo de futebol, que sempre afeta a venda de flores e plantas.


Teremos, agora, que nos atentar para duas possibilidades: se a equipe brasileira for eliminada da Copa do Mundo precocemente, e se o Brasil chegar na final. Em caso de eliminação precoce, o mercado deverá fluir aos poucos e retornar ao seu ritmo. Caso se classifique para a final, que será dia 18/12, poderá ocorrer uma acelerada das vendas apenas na última semana pré-Natal e, assim, teremos o pico do comércio superconcentrado neste período, maior do que o normal. A perspectiva de venda de flores e plantas para o período do Natal é de estabilidade ou, no máximo, 5% de crescimento com relação à data de 2021.


Ao compararmos entre o ano de 2022 com o de 2019, está positivo. No entanto, se compararmos 2022 com 2021, detectamos uma queda nos preços. De fato, está acontecendo o que já havíamos previsto: que não permaneceria no mesmo nível de preços que registrado durante a pandemia, uma vez que o consumidor passou a dividir sua “carteira” também com outros gastos, como compras em shopping´s, viagens e restaurantes. De qualquer forma importante salientar que ganhamos espaço de mercado com nossos produtos.


Comparando o momento atual, com as crises que tivemos nas décadas de 1990/ 2000 a conclusão é que tivemos situações mais desafiadoras do que agora.


As nossas flores e plantas estão relacionadas ao bem-estar e à saúde. As pessoas querem ter flores e plantas em suas casas, além de presentear os seus amigos e entes queridos. Acreditamos na força no nosso setor e no grande espaço que temos conquistado, ano a ano. Trata-se de um trabalho em conjunto, onde cada elo tem um importante papel, principalmente agora, nesta época (Natal e Ano Novo), quando o nosso produto se torna indispensável para a grande maioria das pessoas que decoram suas casas para receberem seus familiares. É importante usar muito a criatividade, divulgar os seus produtos e explorar as redes sociais para realizar um marketing direto com o nosso consumidor final, aproveitando inclusive, o material disponibilizado pelas cooperativas e pelo Ibraflor!


Nosso olhar de mercado para 2023 estará direcionado para as decisões do novo governo, para que possamos ter um Brasil com confiança por parte dos empresários e por parte da população. Seguiremos atentos a tudo que está ocorrendo! Evidentemente é importante ter uma certa cautela neste momento de acomodação pelo qual estamos passando.


Até o dia 13/12 teremos a última edição do nosso Boletim Informativo e devemos trazer as atualizações que se fizerem necessárias. Estamos confiantes no vigor do nosso Setor!!


Um abraço cordial para todos!

Kees Schoenmaker






424 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page