Atualizações 2019 Poinsettia – Euphorbia pulcherrima








Por Jaime Ramos Motos

I – Aspectos Gerais:


A Poinsettia, nome científico Euphorbia pulcherrima que pertence à família Euphorbiaceae é uma das plantas ornamentais mais produzidas em todo o mundo. Podemos dizer com certeza, que é a planta mais produzida e comercializada em todo o mundo, no período do Natal. A cada ano, partir da metade do mês de novembro podemos encontrar já estas plantas expostas nos principais locais de venda em todo o mundo, como supermercados, Gardens Centers, Floriculturas etc.


A principal característica da Poinsettia é a de ser uma planta de dias curtos, quanto ao fotoperíodo, ou seja no hemisfério Norte a formação da coloração nas brácteas e a floração, podem ocorrer de forma natural, com a chegada dos dias mais curtos, a partir do final do verão e início do outono. Este aspecto está refletido nos catálogos das principais empresas obtentoras do setor ornamental, que já classificam as suas variedades em função do número de semanas que as plantas necessitam para estar em fase de coloração das brácteas, a partir do início da exposição aos dias escuros. O termo técnico utilizado é o de semanas de reação, que para as principais genéticas disponíveis vai de 6,5 a 9 semanas. No Hemisfério Sul, ou seja, no caso do Brasil, o processo de indução a formação de cores das brácteas e a floração, se realizam de forma artificial, com a utilização de telas de escurecimento, que se inicia a partir do momento que as plantas já têm parte importante do seu crescimento vegetativo.


Na Península Ibérica, mercado que eu venho trabalhando nos últimos 16 anos, a estimativa de produção é de mais de 6.000.000 de plantas produzidas e comercializadas, para a Espanha e Portugal. As principais zonas de produção na Espanha se localizam em Andaluzia, Murcia, Alicante e Valencia. Sendo que algumas empresas chegam a produzir mais de 300.000 plantas ao ano. Os principais formatos utilizados são os vasos nºs 12, 13 e 14.


Durante estes anos na Europa, tive a oportunidade de trabalhar com as principais genéticas a nível mundial, como Selecta One, Dummen (anterior a Dummen Orange), Lazzeri e Syngenta. Graças a este experiência, posso dizer que todas a empresas dispõem de boas variedades e adequadas às diversas necessidades dos produtores: Diversos tamanhos e formatos de vasos e taças, cores e tamanho das brácteas, semanas de reação, resistência a doenças como Botrytis cinerea, shelf life, entre outros. Sendo assim, cabe aos técnicos das empresas produtoras, conhecer as diversas genéticas disponíveis e saber selecionar as mais adequadas para cada situação.


Uma ótima ferramenta de trabalho é a visita aos Trails, os campos de experimentais das diversas empresas, quando se apresentam as principais novidades do setor e os resultados dos ensaios realizados. Nestas ocasiões, geralmente se realizam reuniões técnicas e palestras, que contribuem muito para a formação técnicas dos produtores, engenheiros agrônomos etc.


Apresentamos com imagens diversas, uma atualização sobre as Poinsettias 2019:


II - Estruturas de produção e estruturas utilizadas:




Foto 01 – Produção de Poinsettias na região de Latina – Itália.

Fotos 02 e 03 – Produção de Poinsettias na região de Latina – Itália.











Jaime Ramos Motos

Consultor Internacional no setor de Horticultura Intensiva.

Responsável Técnico Comercial das empresas Planteles Roig S.L., Viveros Pereira S.L. e Fleurizon International.

Professor Doutor no Mestrado para Engenheiros Agrônomos da Universidade do Porto.

jaime.motos@gruproig.com

jaime@fleurizon.com

0 visualização

Telefone: (19) 3217-5148

Celular e WhatsApp: (19) 99102-6014

ibraflor@ibraflor.com

Contato: Adriana Rosa – Coordenadora Executiva

Copyright © 2018 Ibraflor | Instituto Brasileiro de Floricultura. Todos os direitos reservados.

LOGO FINAL G_MKT_preto.png