Paisagismo.

As melhores plantas para limpar o ar nos quartos dos bebês Um estudo da NASA revelou que elas absorvem substâncias tóxicas presentes nas roupas, tintas da parede e móveis novos.




Preparar o quarto do bebê antes de ele nascer faz parte do ritual de todas as famílias. Por isso, os pais adoram pintar as paredes, comprar móveis novos e decorar tudo com brinquedos. No fundo, querem que aquele espaço seja exatamente como imaginaram. O problema é que eles não percebem que isso está também a encher o ambiente daquela divisão com substâncias químicas nocivas para o bebê. “Muitos estudos demonstram que o ar que respiramos dentro de casa, em ambientes internos e escritórios fechados, tem dez vezes mais poluentes do que o ar que respiramos na rua”, explica Gica Mesiara, 45 anos, especialista em jardins verticais e tecnologias verdes. O guarda-roupa, as estantes, berços, o trocador, a poltrona ou até as roupinhas novas. Todos eles têm na sua composição gases tóxicos, como o formaldeído ou formol (que está nos painéis de madeira, corante de tecidos e tintas), amônia (produtos de limpeza em geral), xileno (nos papéis de parede) e benzeno (que faz parte dos vernizes). “O autor do estudo, Bill Wolverton, recolheu uma primeira amostra numa estação espacial e constatou 300 compostos orgânicos voláteis (COV), que são gases tóxicos presentes no ar. Numa segunda fase, o ambiente foi decorado com uma imensa variedade de plantas e o mesmo engenheiro espacial verificou que as plantas fizeram um trabalho de purificação do ar e os COV tinham desaparecido”, conta Gica Mesiara à NiT. Com a ajuda desta especialista, a NiT escolheu algumas plantas que funcionam como filtro natural e que vão ajudar a combater os gases tóxicos presentes no quarto dos bebês, confira abaixo: Lírio da Paz – Spathiphyllum sp. é o nome científico do lírio da paz. Esta planta é campeã na eliminação de formaldeído, xileno e tolueno, presentes em papéis de parede, corantes de tecidos (de roupas novas, almofadas e cortinas) e verniz de madeira. Liríope – Como os quartos dos bebês costuma ser limpos com regularidade, o liríope (Liriope spicata) é um importante aliado para diminuir a quantidade de amônia que existe nos produtos de limpeza em geral. Orquídea dendrobium – A beleza das orquídeas já merecia um canto reservado no quarto do bebe, mas as orquídeas dendrobium acumulam a missão de captar a amônia. Por isso, se alguém lhe oferecer uma orquídea na maternidade, aproveite para utilizá-la na decoração do espaço. Palmeira areca – A palmeira areca (Chrysalidocarpus lutescens) fica bem em qualquer canto do quarto dos pequenos. Esta espécie ajuda a eliminar os gases xileno e telueno, presente nas tintas e nos papéis de parede. Clorófito - O clorófito (Chlorophytum comosum "Vittatum") é uma planta muito resistente e uma excelente opção para ser utilizada em ambientes internos. Ela absorve o formaldeído, também conhecido como formol, e que é considerada uma substância cancerígena.

Samambaia de Boston - A samambaia de Boston, ou samambaia americana (Nephrolepis exaltata "bostoniesnisis"), é outra espécie que ajuda a combater o formaldeído presente nos móveis de madeira e nas tintas.



Fonte: https://nit.pt/vanity/my-home/as-melhores-plantas-para-limpar-o-ar-nos-quartos-dos-bebes/attachment/332183

68 visualizações

Telefone: (19) 3217-5148

Celular e WhatsApp: (19) 99102-6014

ibraflor@ibraflor.com

Contato: Adriana Rosa – Coordenadora Executiva

Copyright © 2018 Ibraflor | Instituto Brasileiro de Floricultura. Todos os direitos reservados.

LOGO FINAL G_MKT_preto.png