VOCÊ GOSTA DE COMER FLORES?

Atualizado: Mar 25


Esta pergunta lhe pareceu estranha? Talvez pareça mais ainda se eu lhe disser que não estou falando das conhecidas alcachofra, couve-flor, brócolis ou cambuquira (a flor das abóboras). Também não falo de outras flores que nos são familiares, tradicionalmente usadas como condimentos ou chás, como o açafrão, o cravo-da-índia, a alcaparra ou a camomila, por exemplo. Falo, mesmo, são das flores que estamos acostumados a ver como ornamento, aquelas bonitas, coloridas, algumas bastante perfumadas, que enfeitam e encantam a todos nós.


Você nunca comeu nenhuma flor desse tipo? Pois saiba que muitas são comestíveis e, além de belas, podem ser saborosas e nutritivas também. De fato, desde tempos imemoriais as flores já eram consumidas pelo homem tanto por seu valor como alimento, como por conta de suas propriedades medicinais.


Evidentemente que hoje, quando a agricultura é tão comprometida com o uso de agrotóxicos e adubos químicos, é preciso ter cuidado. Para comer, só flores orgânicas, aquelas cultivadas apenas com produtos e defensivos naturais, sem química nenhuma. Tendo espaço, você mesmo pode cultivar suas flores em casa. Nesse nosso País abençoado, em que o sol brilha praticamente todos os dias do ano, isso não é uma tarefa muito complicada. Caso não tenha como produzir suas próprias flores comestíveis, elas podem ser encontradas na seção de hortaliças de supermercados e afins, e em lojas de produtos naturais e orgânicos. FLORES DE FLORICULTURA NÃO SERVEM PARA COMER.


Também é importante lembrar que NEM TODAS AS FLORES SÃO COMESTÍVEIS, algumas são, inclusive, mortalmente venenosas. Por isso, mais uma vez é preciso ter cuidado. Na dúvida, não coma.


Beleza, aroma e sabor em seu prato


Belas e delicadas, as flores trazem um toque fresco e refinado aos pratos, podendo ter uma ampla utilização: dos doces aos salgados, passando pelas bebidas alcoólicas, refrescos e infusões.


Sejam em saladas, omeletes, molhos, sopas, carnes, em pães, geleias, manteigas, gelatinas, sorvetes, pudins, cremes, mousses e licores, ou da forma que sua criatividade mandar, há, com certeza, muito a ser desbravado no universo saboroso, aromático e colorido das flores comestíveis. Arrisque-se e confira!


Para incentivar você a experimentar, trazemos, apresentamos, algumas espécies de flores comestíveis: Amor-perfeito (Viola wittrockiana), Borago (Borago officinalis), Brinco-de-princesa (Fuchsia hybrida), Calêndula (Calendula officinalis), Capuchinha (Tropaeolum majus), Crisântemo (Chrysanthemum morifolium), Maria-sem-vergonha (Impatiens walleriana), Primavera (Bougainvillea glabra), Rosas (Rosa chinensis), Tulipa (Tulipa gesneriana).

Além dessas, existem inúmeras outras flores que são comestíveis e que valem a pena conhecer. Para isso, nada melhor que o excelente livro do professor Gil Felippe “Entre o Jardim e a Horta: as Flores que Vão para a Mesa”, da Editora Senac São Paulo, de onde foram baseadas as informações acima. Vale a pena conferir!


Fonte: Correio Gourmand

71 visualizações

Telefone: (19) 3217-5148

Celular e WhatsApp: (19) 99102-6014

ibraflor@ibraflor.com

Contato: Adriana Rosa – Coordenadora Executiva

Copyright © 2018 Ibraflor | Instituto Brasileiro de Floricultura. Todos os direitos reservados.

LOGO FINAL G_MKT_preto.png