top of page

Floricultura brasileira espera aumento de 8% no comercio de flores para o Dia das Mães




Considerada o Natal do setor de flores e plantas ornamentais por representar 16% do comércio anual desses produtos, a data está sendo aguardada com bastante otimismo pelos produtores, distribuidores, floriculturas, garden centers, redes de supermercado e demais varejistas. A flor é indispensável para homenagear as mães, mesmo que não seja o único presente.


 A floricultura nacional está bastante otimista com as vendas de flores e plantas ornamentais para o Dia das Mães. Os produtores, principalmente os associados às cooperativas, já venderam antecipadamente entre 60% e 95%, dependendo da espécie, de toda a produção programada para a data. A expectativa é a de que as vendas sejam 8% melhores do que em 2023. O Dia das Mães responde por 16% do comércio anual de flores e plantas ornamentais, sendo, por isso, considerado o “Natal” da floricultura brasileira.


As reservas e compras antecipadas de flores pelos distribuidores, garden centers, floriculturas, rede de supermercados e outros varejistas já são uma prática comum há muitos anos. “Essa logística permite aos atacadistas garantirem tanto preço quanto produto para a ocasião”, lembra Renato Opitz, diretor do Ibraflor – Instituto Brasileiro de Floricultura.


Vários produtores aguardaram para lançar novas variedades para alavancar as vendas no Dia das Mães. No Veiling Market, por exemplo, realizado pela Cooperativa Veiling, o Sitio Panorama, de Holambra, apresentou a “Joybera”, uma nova variedade de gérbera com maior durabilidade, cores mais vistosas e que trazem mais de uma florada, contra seis variedades até então encontradas no mercado. O produtor Jordi Vernooy explica que o pico de colheita para o Dia das Mães é sete vezes maior do que a comercialização semanal, e representa cerca de 15% da sua produção anual. “Nossa venda antecipada foi em torno de 60%, e as cores mais procuradas foram a vermelha, a rosa e a laranja. Este lançamento inclui, ainda as cores amarela e branca. O sítio Panorama também produz cyclamen nos potes 11 e 14, flor também bastante procurada para presentear as mães.


Tradicionais

Tradicionalmente, as flores mais procuradas nesta data são as rosas, as orquídeas, as hortênsias, os girassóis, as gérberas, os lírios e outras plantas com flores clássicas ou coloridas. A Ecoflora, uma das maiores produtoras de orquídeas do Brasil, sextuplicou a sua produção no sítio Filomena, localizado em Mogi Mirim, na comparação com a demanda normal, só para poder atender aos milhares de pedidos para o Dia das Mães. Em relação ao ano passado, a produção de vasos em 2024, neste período, está 20% maior. Vale destacar que quase 95% da produção já foi vendido com antecedência, considerando que o mercado, nesta data, não pode prescindir desta flor, principalmente da variedade phalaenopsisis.


A procura é tanta que, na próxima semana, tão logo seja concluída a colheita para atender a procura deste ano, o produtor iniciará o plantio das mudas já encomendadas há um ano para breeders (melhoristas) holandeses para o comercializá-las para o Dia das Mães do ano que vem (2025). Isso porque, embora as mudas já estejam no Brasil, o ciclo desta variedade de orquídea na estufa é de, aproximadamente, 12 meses. Um planejamento que precisa ser muito estratégico para que nunca faltem orquídeas para as mães. “As cores mais tradicionais são a rosa e a branca. Mas, para o Dia das Mães, há grande procura pelas tonalidades mais escuras, como as cor-de-vinho, as alaranjadas e as amarelas. As mescladas, as exóticas e as tinturadas também chamam muito a atenção”, explica Carlos Alberto Marangon, gerente geral da Ecolfora. Os produtores também investiram forte nas embalagens alusivas.


O Ceaflor, maior mercado de flores, plantas e acessórios para floricultura, paisagismo e decoração do país, localizado em Jaguariúna (SP), teve que incrementar a logística de distribuição para que as flores e plantas cheguem aos quatro cantos do País no período que antecede o Dia das Mães. A operação se dará de 4 a 10 de maio, quando é esperada a circulação de até 1.500 caminhões e utilitários de comércio atacadista, por dia, o que representa o dobro da movimentação habitual.


Campanhas

Os associados do Ibraflor, assim como o próprio Instituto, investiram em campanhas bem emotivas para destacar os relacionamentos afetivos, o que faz com que o ato de presentear com flores tenha um significado ainda mais profundo. A Cooperflora ilustra a campanha com seus próprios produtores para contar suas histórias com as flores, trazendo-as diretamente do campo para os braços das mães. “Das nossas mães, para todas as mães! Neste Dia das Mães, aposte no que as flores podem dizer por você: Flores conectam”.

 

Assessoria de Imprensa – Ibraflor

Vera Longuini fone (19) 99771-6735

 


76 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


bottom of page